Você é bem vindo em nosso blog!

TENHA UMA BOA LEITURA E REFLEXÃO COM O CONTEÚDO DO NOSSO BLOG!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

SORTE OU AZAR?

Primeiro vamos ver a origem destas palavras. Vocês acham que existe a palavra sorte ou azar na Bíblia?
Em toda a Bíblia, a palavra sorte aparece 234 vezes.
Sorte no Antigo Testamento significava “pedras” e também “herança”. Algo que se recebia do passado - Sl 126.1. Algo que se recebe sem nenhum esforço. A palavra sorte aparece nas Sagradas Escrituras somente com esses objetivos e significados.
Já a Palavra Azar (Urucubaca ou ziquizira) não aparece na Bíblia. É uma palavra que surgiu no século XV (15).
Hoje o termo sorte é usado constantemente, porém, com outro sentido. Sorte: O dicionário define assim: Característica daquele que freqüentemente consegue o que quer; fortuna, felicidade. Acaso feliz, contingência favorável. Coincidência ou série de coincidências felizes.
Azar: Contrário de sorte. O dicionário define assim: sorte contrária; revés, infelicidade, infortúnio; acaso, eventualidade.
Sorte ou azar? É correto usar essas duas palavras? Sim ou não? Em determinados momentos da vida falamos: “Eu tive sorte!” Em outros momentos falamos: “Foi um azar!” Quando acontece uma coisa boa na vida, atribuímos à sorte. Quando acontecem coisas ruins, precisa ter um culpado, então atribuímos ao azar.
É certo viver assim? O triste é que muitos cristãos estão vivendo desta forma. E Deus? Como e onde Ele fica? Em Isaías 58.11, está escrito: “O SENHOR te guiará continuamente, fartará a tua alma até em lugares áridos e fortificará os teus ossos; serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas jamais faltam.” Leia  Rm 8.14.
E então, a vida do cristão é guiada por Deus ou pela sorte? Leia Salmos 18.48; 116.3,8; Mateus 6.13; 2 Timóteo 3.11.
Quem nos livra dos sofrimentos, da morte e de tantas coisas que poderiam vir sobre nós? Deus? A sorte? Ou o azar?
Será que as coisas ruins e más que nos sobrevêm é culpa do azar? Será que o azar muitas vezes não é negligência da nossa parte? (Ex: se você foi mal na prova, é azar ou negligência?) Será que o azar, muitas vezes não é falta de confiança em Deus? Ou quem sabe, falta de compreender que a vida não é apenas um mar de rosas?
Muitas coisas “ruins” Deus permite acontecer em nossa vida ou família para o nosso bem e com a finalidade de nos corrigir. Hebreus 12.4-8. (Apóstolo Paulo – Ler 2Coríntios 12.7.)
A morte de Cristo não foi sorte nossa, foi à manifestação do amor de Deus por nós. A morte de Cristo não foi azar para Ele próprio, foi o cumprimento da promessa de Deus, que se tornou em vitória, em Salvação para, e em favor de toda a humanidade.
Se acontecer alguma coisa boa em sua vida, não atribua a sorte, atribua a Deus que te guia, guarda e livra de todo mal.
Se acontecer alguma coisa ruim em sua vida, não atribua ao azar, veja o que há de errado, aprenda com a dor. Peça perdão a Deus e confie no perdão de Jesus. Lembre-se das palavras de Deus em Isaías 41.13: “Porque eu, o SENHOR, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo.”
Ao invés de dizer: “Sorte minha!” Vamos dizer: “Graças a Deus. Deus me guiou. Deus me livrou. Deus me ajudou”. Amém.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

PARA LIDAR COM O SOFRIMENTO, DEUS DIZ:

POR QUE SOFREMOS?
2ª Parte
Deus usa o sofrimento PARA:
AJUDAR: Deus pode permitir que você sofra a fim de que você melhore, mas jamais permitirá que seja destruído. ADVERTIR: Deus pode permitir que você sofra, para livrá-lo de um perigo maior. FORTALECER: Deus pode permitir que você sofra para que, ao lutar, a sua fé nele e no seu poder de ajuda, se torne mais forte e firme.
Deus pode usar o sofrimento de uma maneira que nós não conhecemos
Conta-se que alguns pescadores saíram para o alto mar, a fim de pescar. Ao cair da tarde foram surpreendidos com uma forte tempestade. Ninguém conseguia encontrar o caminho de volta para a casa. E para aumentar a tristeza dos familiares, uma das cabanas de um dos pescadores pegou fogo. Mas, ao amanhecer, todos chegaram em casa. Todos estavam alegres, menos a esposa do pescador cuja casa foi destruída pelo fogo. Em seguida, enxugando as lágrimas da esposa, o pescador disse: “Graças a Deus pelo fogo! Foi a luz desse fogo queimando a nossa cabana que guiou toda a nossa frota de volta para casa.”
Esta história nos mostra que Deus pode usar o sofrimento para realizar os seus propósitos. E, muitas vezes, ele faz isto de uma maneira que nós só compreenderemos mais tarde.
Deus pode transformar o sofrimento de uma pessoa que crê. O poder de Deus transforma qualquer sofrimento em algo valioso.
Lembre-se: problemas, dores, ferimentos, mal-entendidos, doenças e muitos sofrimentos, com certeza acompanharão o seu caminho enquanto você viver. Você não pode fugir dele! Mas você pode lidar com ele, se estiver disposto a confiar em Deus e a ouvir a sua Palavra.
Para lidar com o sofrimento, Deus diz:
“Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Está alguém alegre? Cante louvores.” – Tiago 5.13. Jesus, ao derramar o seu sangue na cruz, levou sobre si todos os nossos pecados e sofrimentos como sendo a sua própria dor. Ainda hoje, eu e você podemos transferir o nosso sofrimento para Jesus sem dúvidas. Ele ouve!
Deus ainda diz: “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR de todas o livra.” – Salmo 34.19. Confiando em Deus, você pode estar certo de que chegará o tempo em que o seu problema estará resolvido e não existirá mais.
No sofrimento podemos confiar que: “... todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus...” – Romanos 8.28. A nossa carga se torna mais leve sabendo que Deus pode transformar  em bem qualquer situação, mesmo o sofrimento.
Então, nos vem a mente o texto de Efésios 3.20,21, onde lemos: “Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo quanto pedimos ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós, a ele seja a glória, na igreja e em Cristo Jesus, por todas as gerações, para todo o sempre. Amém!”

Se você ou alguém outro que você ama está sofrendo e gostaria de receber mais auxílio sobre o assunto, ligue no horário comercial para 0800558233 e peça o seu exemplar grátis - “Por que sofremos?”  Ou acesse o site: www.horaluterana.org.br.

 Grande abraço e bênçãos de Deus para todos os nossos queridos leitores!

Pastor Silvair Litzkow – Igreja Luterana – Paróquia “Cristo Rei”

VOCÊ MERECE SOFRER? SERÁ QUE DEUS CASTIGA?

POR QUE SOFREMOS?
1ª Parte

Será que existe família onde nunca tenha existido qualquer sofrimento? Com certeza, não! O sofrimento atinge a todos as famílias, povos, raças, línguas e nações, e também os cristãos.
O sofrimento é diferente de pessoa para pessoa
O que pode ser devastador para uma pessoa, não passa de um aborrecimento para outra. O sofrimento logo esquecido por uma pessoa, pode ser como uma brasa ardente na alma de outra. Confira na sua Bíblia uma dura e triste descrição de sofrimento em Jó 7.3-7, 11, 15, 16.
Quando o médico lhe diz que você tem câncer, a sua resposta mais provável será: “Eu não mereço isso!”
Observe as reações de alguns personagens bíblicos que, por sinal, sofreram muito: (Moisés), líder do Êxodo, disse: “Se vais me tratar desse jeito, tem pena de mim e mata-me!” Nm 11.15. (Elias), o grande profeta que disse: “Já chega, ó Senhor Deus! Acaba agora com a minha vida!” 1Re 19.4. (Davi), o rei de Israel, falou: “O meu coração está profundamente abatido” Sl 42.6. (Jeremias), sofreu tanto a ponto de dizer que se sentia triste por sua mãe tê-lo posto no mundo – Confira Jr 15.10.
Quando sofrem, as pessoas normalmente afirmam: Por que isto está acontecendo comigo? Por que Deus está me castigando? Será que eu mereço sofrer tanto assim?
Você merece sofrer? Será que Deus castiga?
Você sofre, não importa o quanto você é bom. Na verdade, quando olhar para mim mesmo do ponto de vista de Deus, vou perceber que não sou tão bom e nem tão perfeito assim. Enquanto outras pessoas dizem: “Você não é tão mal assim”, Deus diz: “Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; não há quem faça o bem, não há nem sequer hum.” Sl 53.3. “Não há homem justo sobre a terra que faça o bem e que não peque.” Ec 7.20. Então, por causa do pecado, desde o nascimento (Sl 51.5) nós agimos, pensamos e falamos contra a vontade de Deus.
Você peca!
As conseqüências do pecado são doenças, morte, dor, tristeza, guerras, fome, ódio, imoralidade, drogas, bebedeiras, cobiça, roubo, corrupção, poluição e outras coisas que produzem, direta ou indiretamente, sofrimento na sua vida e na vida das pessoas que o cercam. O pecado sempre causará sofrimento.
Deus não quer que as pessoas sofram
Por não querer que o seu povo sofra, Deus criou o mundo perfeito (Gn 1.31). Por não querer que o povo sofra, depois do Dia do Juízo Final, Deus criará um novo céu e uma nova terra em que não haverá tristeza (Ap 21.1-4).
Como é triste ver que, em geral, Deus leva a culpa pelo sofrimento no mundo! O culpado é o próprio ser humano.
Deus providenciou um meio para você vencer o sofrimento. Ele enviou o seu Filho Jesus Cristo para morrer em seu lugar! E pela fé em Cristo, somos vencedores pelos causadores do sofrimento – pecado, morte e Diabo. Em Cristo temos vida e salvação. Quando vier o sofrimento podemos sempre confiar nas promessas de Jesus.

Pastor Silvair Litzkow – Igreja Luterana – Paróquia “Cristo Rei”

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

MENSAGEM ESPECIAL PELOS 108 ANOS DO SEMINÁRIO CONCÓRDIA


A Diretoria Nacional da IELB lembra, com alegria e gratidão, que hoje, dia 27 de outubro, o Seminário Concórdia celebra 108 anos. Quantas bênçãos a Igreja Cristã no Brasil e no mundo, e particularmente a nossa IELB,  têm recebido de Deus através do nosso querido Seminário. Quantas recordações dos bons momentos vividos no Seminário afloram neste dia, nos alunos que num passado mais distante, ou recente, tiveram  o privilégio de sentar-se diante das cátedras dos mestres, que com sabedoria e paciência nos orientaram no saber teológico, até o dia da nossa formatura.
Sou do tempo em que os alunos saíam de casa ainda crianças ou adolescentes e passavam 11 anos no Seminário, para cursar o pré-teológico em 7 anos, a partir do 5º. ano primário, e o teológico em 4 anos.
O Seminário Concórdia  foi fundado no dia 27 de outubro de 1903, na localidade de Bom Jesus, Município de São Lourenço do Sul, RS, num rústico galpão. Depois de uma passagem por duas casas alugadas no Bairro Navegantes e pelo Colégio Concórdia de Porto Alegre, RS, chegou ao Mont`Serrat em 1921, onde ficou até 1984, quando foi transferido para o campus atual, em São Leopoldo, RS.
Lembramos, com saudade, que faz parte desta história o Instituto Concórdia de São Paulo, inaugurado em 1962 como pré-teológico e anos mais tarde a Escola Superior de Teologia, até o final do ano letivo de 2002, quando foi decidida a unificação do Curso de Teologia no campus de São Leopoldo.
Ao nosso Deus rendemos gratidão e louvor por todas as bênçãos concedidas ao  Seminário. Certamente não faltaram dificuldades e lágrimas também, mas, com a força que vem do Senhor, também estas foram superadas.
Rogamos que o nosso bondoso Pai Celestial continue abençoando o Seminário Concórdia na pessoa do seu Diretor, professores, alunos, funcionários e seus familiares. Que Deus nos guarde sempre firmes na doutrina, crida e defendida “por um nobre exército de mártires”.
Finalizando compartilho com vocês a  letra do hino do Seminário Concórdia, cujo autor é  o Rev. Martinho Lutero Hasse : Seminário Concórdia! Salve! Salve! O teu nome é o nosso pavilhão. Teu passado glorioso nos inspira / Nos estudos e em nossa formação. Dos teus mestres o exemplo e a probidade / São na vida em teu meio a nossa luz. Seu ensino da celestial verdade / Nos converte em obreiros de Jesus. Seminário Concórdia! Ó baluarte / Da verdade que haurimos com ardor / Para um dia levar a toda parte / A mensagem de Cristo Redentor!  Seminário Concórdia! Concórdia!

Recebam um fraterno abraço da Diretoria Nacional da IELB!

Pastor Arnildo Schneider
1º. Vice-Presidente

ERAM CEM OVELHAS

video

494 Anos da Reforma Luterana - Mensagem do Presidente da IELB